Seja bem-vindo. Hoje é

Siga este e fique atualizado

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO

Projeto Blue Book: Imagens investigadas a mais de 50 anos





O Projeto Blue Book foi o terceiro estudo conduzido pela Força Aérea dos EUA a fim de investigar os objetos voadores não identificados (OVNIs). Iniciado em 1952, foi totalmente encerrado em janeiro de 1970. Seus predecessores eram os Projetos Sign e Projeto Grudge.





Ainda hoje o projeto gera polêmica entre os pesquisadores e teóricos de OVNIs, eles afirmam que o Blue Book foi apenas mais uma artimanha do governo americano para desacreditar o fenômeno.

Abaixo alguns exemplos de casos investigados e que foram desclassificados e liberados ao publico, mas diga-se de passagem alguns ainda com censuras sobre os nomes de envolvidos e testemunhas.



20 de março de 1950 – New York City, New York, EUA





Um OVNI cilíndrico foi fotografado sobre Nova York em 20 de março de 1950. O nome do fotógrafo foi suprimido dos arquivos do Projeto Blue Book, como foram a maioria dos nomes, quando o material foi finalmente desclassificado e liberado. Após a investigar o relatório, o Projeto declarou oficialmente o objeto como sendo: “A lua” (???).







Alguns ufólogos têm especulado que esses objetos ou naves tubulares podem ser “naves-mães”, supostamente capazes de carregar varias naves menores.





Julho de 1957 – Noruega





A imagem acima foi enviada para o Blue Book da Noruega, em julho de 1957, e foi analisada pelo laboratório de reconhecimento fotográfico da Base Wright Patterson. O resultado oficial foi como sendo um reflexo da luz sobre as lentes da câmera, o que poderia até estar correto.





Setembro de 1957 – Fort Belvoir, Virginia, EUA





O Relatório Condon dedicou 11 páginas ao caso da imagem acima. A foto foi tirada em uma manhã de setembro de 1957 em Fort Belvoir, Virgínia. Ao ser chamado de seu quartel por seus amigos para testemunhar o que parecia ser um OVNI preto, em forma de anel se aproximando. A testemunha pegou sua câmera “Brownie” e tirou 6 fotos do fenômeno, dos quais esta foi a primeira. Após cerca de 5 minutos, o anel preto, que parecia ser “sólido” deslizou de forma constante e começou a ser “envolvido em fumaça branca.”







18 de junho de 1959 – Waikiki, Havaí





Joseph Sigel de Bellevue, Washington, tirou essa foto no dia 18 de junho de 1959 em Waikiki, Hawai. O original é uma fotografia em cores. O disco parece ter topo arredondado e luzes cintilantes no fundo, dando efeito de janela. Enviada a equipe do Projeto Blue Book, a foto foi avaliada como sendo um brilho do sol na lente, apesar das sombras na costa mostrarem que o sol parece estar na parte traseira da câmera.



Fonte: Ufo Evidenc

Via: http://ovnis.net.br/2016/09/07/projeto-blue-book-imagens-investigadas-a-mais-de-50-anos/

Postagens mais visitadas