Siga este e fique atualizado

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS ANÚNCIOS DESTE, VOCÊ ESTARA AJUDANDO A PERMANENCIA DO MESMO

Translate

Espaçonaves secretas anti-gravidade dos EUA

caça-espacial-tompkins-solar-wardenEm 13 de abril, a Administração Nacional do Arquivo de Registros (National Archive Records Administration) dos EUA tornou disponíveis os registros de quase 250 mil páginas de documentos do governo do presidente Ronald Reagan. Vai levar vários meses para os pesquisadores lerem todos os documentos. O material liberado pode produzir insights sobre um comentário curioso encontrado no livro Diário do Presidente Reagan”.
Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch
Comando Espacial da Frota de espaçonaves anti gravidade dos EUA
Um registro feito numa terça-feira, no dia 11 de junho de 1985 (página 334), no diário do presidente dos EUA, Ronald Reagan,  lê-se:
“Almoço com top 5 cientistas aeroespaciais. Foi fascinante. O espaço é realmente a última fronteira e alguns dos desenvolvimentos lá em astronomia etc. são como ficção científica, exceto que eles são reais. Eu aprendi que a nossa capacidade de transporte é de tal ordem que poderíamos orbitar 300 pessoas”.
reagan-diario-livroIsto é curioso, já que o ônibus espacial da época detinha uma capacidade máxima de transportar até oito pessoas e apenas cinco destes veículos foram construídos para o voo espacial.
Mesmo se todos os cinco space shuttle (ônibus espacial) decolassem totalmente carregados seria impossível para colocar e manter 300 astronautas em órbita. Estaria o presidente Reagan revelando a existência de um programa espacial altamente secreto que poderia acomodar centenas de astronautas em órbita da Terra e além?
Aparentemente sim de acordo com dezenas de militares e informantes insiders corporativos. Escondido dentro de um dos dez comandos combatentes unificados dos militares dos EUA, o Comando Estratégico, existe uma frota altamente secreta de veículos espaciais com propulsão antigravitacional, verdadeiros porta-aviões (Classe Carrier – Transportador, de até 2,6 quilômetros de comprimento) que operam no espaço exterior.
Os Estados Unidos organizou suas forças militares em dez comandos combatentes unificados, respectivamente, conduzidos por um único general ou almirante de quatro estrelas que se reporta diretamente ao secretário de Defesa. Seis dos comandos unificados abrangem todo o globo terrestre em termos de áreas geográficas diferentes. Além disso, há quatro comandos funcionais onde as atividades militares especializadas são executadas por um único “comandante combatente.”
De 1985 a 2002 o Comando Espacial era responsável pelas operações do espaço exterior por militares dos EUA. Em junho de 2002, o Comando Espacial fundiu-se com outro dos comandos funcionais – o Comando Estratégico que é responsável por uma série de serviço com alcance nas áreas do espaço exterior, satélites, míssil, nuclear e atividades de inteligência.
Rumores de que os EUA têm uma frota altamente secreta de veículos antigravitacionais têm circulado nos últimos anos. Em 23 de março de 1993, em uma conferência de engenharia em Los Angeles, o Dr. Ben Rich ex-CEO de um laboratório experimental da Lockheed, mostrou um slide com um disco rumando para o espaço exterior e disse:
“Agora temos a tecnologia para levar o ET para casa”.
tr6-large-telos-space-ship
Outra espaçonave desenvolvida secretamente pelos EUA, com tecnologia alienígena, o TR6 TELOS
Diversos insiders e denunciantes corporativos e militares vieram à público reivindicar o conhecimento em primeira mão dos veículos espaciais secretos usando a tecnologia anti-gravidade, como o Aurora e a espaçonave TR-3BEm seu livro, Jane’s Defense Weekly, o analista Nick Cool escreveu sobre a Aurora:
“Tem havido especulação desde o final dos anos 1980 sobre a existência de um substituto secreto para a aeronave Blackbird, um avião mítico chamado Aurora, que supostamente voou duas vezes mais rápido e nas bordas do espaço” (p. 14).
Outros informantes, como Edgar Fouche , um ex-funcionário para o Departamento de Defesa, vieram à público para reivindicar que o Blackbird [ou SR-71], o Aurora, na verdade, é composto por dois tipos de aviões hipersônicos utilizados para o voo espacial. Ele declarou :
auroraprojeto
Espaçonave do Projeto Aurora, capaz de voar seis vezes à velocidade do som e no espaço exterior
“O Aurora compreende a aeronave SR-75 capaz de atingir velocidades acima de Mach* 5, e atua como um nave-mãe para o SR-74 que pode viajar a velocidades de Mach 18 ou mais para o espaço para posicionar satélites.”
Mais significativo é o grande veículo triangular preto, o TR-3B que Fouché declara gerar um campo magnético intenso, que reduz o seu peso em cerca de 89 por cento.
Ele diz que o TR-3B utiliza o efeito Biefeld-Brown (criado por grandes cargas eletrostáticas) para reduzir o seu peso para que mais sistemas de propulsão convencionais, tais como scramjets possa dar-lhe velocidades surpreendentes. Esta seria bem acima de Mach 18 que ele afirma é a velocidade do SR-74. Fouché reivindica que o TR-3B tem cerca de 600 pés de diâmetro (182,45 metros) que o tornaria semelhante, em tamanho, a um porta-aviões.
O jornal londrino “Daily Mail” mostrou o TR-3B  como se fosse um ” UFO atacando o Taleban “, num vídeo, mas a sua história não é precisa. Assista o vídeo de um minuto a seguir:
{*MACHEm condições normais ao nível do mar (correspondente a uma temperatura de 15 graus Celsius), a velocidade do som é de 340,3 m / s ( 1.225 km por hora761,2 milhas por hora) na atmosfera da Terra. A velocidade representado por Mach 1 não é uma constante; por exemplo, é principalmente dependente da temperatura. Mach 5 equivale a 6,125 km por hora.}
A prova circunstancial aponta para a existência de uma frota espacial secreta de veículos espaciais desenvolvida pelos cientistas dos EUA com propulsão antigravitacional.
O surpreendente registro no Diário do presidente Ronald Reagan para 11 de junho de 1985, por exemplo, revela uma capacidade de transporte espacial que poderia lançar 300 pessoas em órbita. Além disso, em 6 de agosto de 2007, por exemplo, a NASA foi premiada com o projeto “Human Spaceflight Support Team” para auxiliar os veículos da NASA a evitar os detritos espaciais.
A equipe de suporte foi parte do USAF Space Command que publicamente é afirmado ser o Comando Militar fornecendo as principais tropas militares espaciais para o Comando Estratégico dos EUA.
A citação … destaca a equipe pelo seu apoio excepcional em manter o ônibus (Space Shuttle) espacial, a estação espacial internacional-ISS e manter as tripulações a salvo dos perigos dos detritos orbitais, colisões das naves espaciais e outros riscos inerentes às operações de órbita da Terra.
tr-3b-ufo
No entanto, nem o USAF Space Command nem o Comando Estratégico são conhecidos publicamente como possuindo qualquer tipo de veículo espacial que possam auxiliar o Space (Ônibus Espacial) Shuttle ou a Estação Espacial Internacional dos perigos orbitais. Normalmente, ambos os veículos da NASA exigiriam correções orbitais graduais que levariam muito tempo e seriam insuficientes para lidar com uma ameaça imediata.
De acordo com Ted Twietmeyer, a citação no diário é uma evidência circunstancial para a existência de veículos antigravitacionais com armas avançadas de feixe de partículas que poderiam remover detritos orbitais do caminho dos veículos espaciais da NASA.
A ideia de que uma frota espacial secreta existe e que pode intervir para ajudar o Space Shuttle ou a Estação Espacial Internacional é também apoiada pelo testemunho de um ex-empregado da NASA. Clark McClelland trabalhou como operador de veículo espacial nas missões do Space Shuttle durante 1989-1992.
Em uma ocasião, ele afirma ter testemunhado um astronauta com altura de cerca de nove pés (cerca de 2,74 metros de altura) e o que parecia ser um veículo antigravidade com asas em formato delta próximo ao ônibus espacial. Desde que McClelland conhecia todos os astronautas no programa de ônibus espacial da NASA, ele assumiu que o ser muito alto em um traje espacial era um extraterrestre com quase três metros de altura.
Este é o primeiro vídeo claro disponível que mostra uma espaçonave da frota espacial dos EUA ancorada com a estação espacial internacional.
Enquanto tal possibilidade não pode ser excluída, o ser e a espaçonave em formato Delta próxima do ônibus espacial pode na verdade ter sido parte de um anúncio da existência da frota espacial anexado ao Comando Estratégico dos EUA.
Finalmente, a idéia de uma frota espacial secreta utilizando tecnologias avançadas foi impulsionado por um hacker escocês Gary McKinnon, que enfrenta um processo de extradição para os EUA por invadir sistemas do governo dos EUA e computadores militares das suas forças armadas.
McKinnon diz que ele navegou através de arquivos secretos do Pentágono e da NASA que continham uma lista de “agentes não-terrestres”, e uma planilha detalhando ‘transferências frota-a-frota.
Poderia o astronauta de quase três metros de altura visto com os dois astronautas do ônibus espacial, na verdade, pertencer a um grupo de “oficiais não terrestres” que dão periodicamente assistência aos programas Space Shuttle através do Comando Espacial da Força Aérea dos EUA?
solar_warden_hillenkoetter-usss
Ilustração com base em testemunho ocular © Copyright 2015 TheObjectReport.com | Alta Resolução Imagem. O Almirante Roscoe Hillenkoetter foi o primeiro diretor da CIA, e foi também um membro de uma organização de pesquisa UFO, o Comitê Nacional de Investigações de Fenômenos Aéreos (NICAP). Em 1960, o New York Times relatou que Hillenkoetter tinha enviado uma carta ao Congresso que incluía a seguinte declaração: “Nos bastidores, oficiais de alta patente da Força Aérea estão sobriamente preocupados com fenômeno UFOs Mas através de segredo oficial e do ridículo, muitos cidadãos são levados a acreditar que os desconhecidos objetos voadores não fazem sentido“. Embora Hillenkoetter lutasse pelo fim do sigilo UFO, ele finalmente parou de comentar sobre o assunto. Alegados documentos secretos que vazaram para ufólogos listam Hillenkoetter como um membro do grupo Majestic 12, uma organização composta de altos oficiais militares das forças armadas e civis criado pelo presidente Truman para gerenciar inicialmente a questão UFO e nossas relações com extraterrestre. O MJ-12 foi o embrião do que mais tarde se tornou o GOVERNO (DE FATO) OCULTO DOS EUA.
Com base na evidência disponível a partir de uma variedade de fontes, os registros no Diário do Presidente Reagan de 11 de junho de 1985 é um franco reconhecimento de um programa espacial altamente secreto que pode transportar e acomodar centenas de astronautas. A entrada no Diário sugere que ele recebeu uma ou mais sessões de informação sobre o tema.
Pistas importantes podem surgir a partir dos registros do governo Reagan recentemente divulgados sobre a frota espacial secreta do Comando Estratégico dos EUA.
usaf-ufo-ovni
O “UFO” acima aparece aterrissando em uma base militar dos EUA. Na sua fuselagem esta impresso: US AIR FORCE !!!!.
Mais significativamente, o público em breve poderá aprender sobre as tecnologias antigravidade avançadas que foram secretamente desenvolvidas e utilizadas durante décadas para conduzir astronautas militares no espaço profundo.



Em 13 de abril, a Administração Nacional do Arquivo de Registros (National Archive Records Administration) dos EUA tornou disponíveis os registros de quase 250 mil páginas de documentos do governo do presidente Ronald Reagan. Vai levar vários meses para os pesquisadores lerem todos os documentos. O material liberado pode produzir insights sobre um comentário curioso encontrado no livro Diário do Presidente Reagan”.
Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch
Comando Espacial da Frota de espaçonaves anti gravidade dos EUA. A NASA NEGA existência da frota espacial com espaçonaves antigravidade.
Parte 2
Ainda em maio de 2009 o Presidente Obama estava para nomear um administrador para a NASA, cujo cargo estava desocupado. Não é inédito para um novo Presidente atrasar o anúncio do ocupante de tão importante cargo.
reagan-diario-livro
O presidente Bush esperou até novembro de seu primeiro ano no cargo antes de nomear Sean O’Keefe como o novo administrador da NASA. O atraso na nomeação de um substituto para Michael Griffin significa que decisões importantes sobre as operações futuras da NASA estão sendo tomadas, pelo administrador interino, Christopher Scolese.
Um registro feito numa terça-feira, no dia 11 de junho de 1985 (página 334), no diário do presidente dos EUA, Ronald Reagan,  lê-se:
“Almoço com top 5 cientistas aeroespaciais. Foi fascinante. O espaço é realmente a última fronteira e alguns dos desenvolvimentos lá em astronomia etc. são como ficção científica, exceto que eles são reais. Eu aprendi que a nossa capacidade de transporte é de tal ordem que poderíamos orbitar 300 pessoas”.
Decisões importantes foram tomadas para dispensa de pessoal na NASA, quando o ônibus espacial foi aposentado em 2010 apesar de um pedido do Congresso dos EUA para considerar modos de estender a vida útil de serviço do Space (ônibus espacial) Shuttle. Além disso, os gerentes da NASA no mês passado decidiram cortar a cápsula da tripulação do Projeto Constellation – desenvolvimento de uma espaçonave para substituição do ônibus espacial – de seis para quatro astronautas. O Constellation visa levar astronautas à Lua e Marte, e será usado também na manutenção da Estação Espacial Internacional.
A demora de Obama ao anunciar um novo administrador reflete a opinião generalizada de que ele dá a NASA uma baixa prioridade. Isto reflete-se no declínio constante no orçamento da NASA, em termos reais desde o fim das missões Apollo no início de 1970. O declínio da NASA é inevitável.
solar-warden-secret-space-program - CopiaSe os relatórios de denúncia são precisos, então a NASA é pouco mais que uma cobertura para a existência de uma frota de espaçonaves com sistema de propulsão antigravidade altamente secreta que leva regularmente centenas de astronautas militares ao espaço exterior. O suposto nome deste projeto secreto é “Solar Warden” (Guardião [do sistema] Solar).
Como discutido na primeira parte desta série , o presidente Ronald Reagan fez alusão a uma frota espacial   altamente secreta no registro do seu diário de 11 de junho de 1985, onde ele revelou que “a nossa capacidade de transporte é de tal ordem que poderíamos por cerca de 300 pessoas em órbita da Terra.”
Uma sucessão de denunciantes e especialistas aeronáuticos vieram à público para revelar vários detalhes de avançadas tecnologias antigravidade extraterrestres que podem, nas palavras de Ben Rich (ex-CEO da Lockheed Skunkworks) “levar um ET para casa.”
Se os comentários de Ronald Reagan e testemunhos de insiders denunciantes estão corretas, então a casa operacional que abriga esta frota espacial antigravidade secreta, como mostrado na parte um desta matéria, é o Comando Estratégico dos EUA. O nome do projeto da frota espacial secreta de imensas espaçonaves, de acordo com vários denunciantes é “Solar Warden”.
A existência do programa “Solar Warden”, se for verdade, comprova que a NASA é apenas um programa de cobertura utilizando tecnologias de propulsão foguetes antiquados. Se assim for, o Programa Constellation “futurista” teve como objetivo levar astronautas à Lua e Marte é um disfarce para um programa de espaço já existente que voa secreta e regularmente missões interplanetárias utilizando tecnologias extraterrestres avançadas de propulsão antigravidade.
A primeira referência ao programa “Solar Warden” ocorreu em março de 2006. Uma fonte confiável, de acordo com os administradores do Fórum Open Minds, revelou sua existência e capacidades tecnológicas.
Todos os programas espaciais “oficiais” da NASA são uma cobertura que existe para enganar as pessoas deste mundo. Temos uma frota de espaçonaves cuja existência é secreta , que tem o codinome “Solar Warden” (Guardião [do sistema] Solar).
Havia, a partir de 2005, oito naves espaciais, um equivalente ao porta-aviões e quarenta e três espaçonaves “protetoras”, que são equivalentes a aviões espaciais de ataque. Um foi perdido recentemente em um acidente na órbita de Marte, enquanto ele estava tentando voltar a abastecer uma colônia multinacional dentro de Marte. Esta base foi estabelecida em 1964 pelo trabalho em equipe entre norte americanos e os soviéticos, feito secretamente.
usaf-ufo-ovni
O “UFO” acima é o mesmo que aparece em filme mostrado anteriormente mais acima, aterrissando em uma base militar do Novo México, EUA.
Outra fonte descrevendo o programa Solar Warden é um denunciante anônimo conhecido com o apelido de ‘Henry Deacon’ que trabalha no Lawrence Livermore National Laboratory como um cientista na área da Física.  A  verdadeira identidade de Deacon é conhecida apenas pelos criadores do site do Projeto Camelot que testemunharam suas credenciais e acreditam que ele seja verdadeiro em suas afirmações. De acordo com o Projeto Camelot ,
Henry Deacon confirmou a existência de uma grande base tripulada em Marte, mantida e abastecida através de uma frota espacial alternativa (de codinome SOLAR WARDEN).”
De acordo com o manual para nomes de código militar de Wiliam Arkin,  que designa sequências alfabéticas duas letras específicas para projetos militares distintas dos EUA, o programa Solar Warden cai em um projeto do Joint Forces Command.
Isto sugere que o Solar Warden esta operacionalmente localizado dentro do Comando Estratégico (Strategic Command) militar dos EUA como reivindicado na primeira parte desta matéria.
solar_warden_hillenkoetter-usss
Ilustração com base em testemunho ocular © Copyright 2015 TheObjectReport.com | Alta Resolução Imagem. O Almirante Roscoe Hillenkoetter foi o primeiro diretor da CIA, e foi também um membro de uma organização de pesquisa UFO, o Comitê Nacional de Investigações de Fenômenos Aéreos (NICAP). Em 1960, o New York Times relatou que Hillenkoetter tinha enviado uma carta ao Congresso que incluía a seguinte declaração: “Nos bastidores, oficiais de alta patente da Força Aérea estão sobriamente preocupados com fenômeno UFOs Mas através de segredo oficial e do ridículo, muitos cidadãos são levados a acreditar que os desconhecidos objetos voadores não fazem sentido“. Embora Hillenkoetter lutasse pelo fim do sigilo UFO, ele finalmente parou de comentar sobre o assunto. Alegados documentos secretos que vazaram para ufólogos listam Hillenkoetter como um membro do grupo Majestic 12, uma organização composta de altos oficiais militares das forças armadas e civis criado pelo presidente Truman para gerenciar inicialmente a questão UFO e nossas relações com extraterrestre. O MJ-12 foi o embrião do que mais tarde se tornou o GOVERNO (DE FATO) OCULTO DOS EUA.
Se o Solar Warden tem sido bem sucedido na criação de uma colônia em Marte, desde 1964, usando sistemas de propulsão antigravidade, então isso poderia explicar por que a pesquisa antigravidade tornou-se altamente classificada como secreta em meados da década de 1950.
Também explicaria porque pesquisadores civis que replicaram com sucesso as tecnologias antigravidade foram brutalmente reprimidos como ocorreu a Otis Carr em 1961. Esta supressão foi revelado pela primeira vez em 2007 através do testemunho de ex-protegido de Carr, Ralph Ring (abaixo um vídeo com sua entrevista):
Um número crescente de testemunhos de insiders denunciantes e de peritos apontam para a existência de um programa espacial com propulsão antigravidade altamente secreto que pode colocar centenas de astronautas militares no espaço.
Se o Solar Warden ou um programa militar altamente secreto semelhante realmente existe, então é compreensível que o presidente Obama tenha atrasado a nomeação de um novo administrador da NASA.
O declínio constante da NASA desde seu auge com o programa Apollo de conquista da Lua não tem nada a ver com a competência e experiência do pessoal da NASA. A realidade política é que os programas militares altamente secretos e compartimentados evitar dar conhecimento de tecnologias antigravidade avançadas para o setor privado para aplicação comercial na vida do cidadão comum da Terra.
O “futurista” e novo Constellation Program, da NASA, que se baseia em antigas tecnologias de foguetes de propulsão antiquados da década de 1940, é um programa de cobertura e não merece ser financiado.
iss-space-shuttle
Os grandes “avanços” tecnológicos da NASA, como a ISS e o Space Shuttle, seriam meras quinquilharias em relação aos projetos desenvolvidos secretamente e com tecnologia extraterrestre

Em vez disso, os projetos militares e empresariais dos EUA que envolvem tecnologias extraterrestres de propulssão antigravidade avançados e os meios pelos quais estes foram adquiridos precisam ser expostos para o povo norte americano e para o resto do planeta


Fonte > www.thoth3126.com.br


Postagens mais visitadas

Deixe seu comentário aqui

Nome

E-mail *

Mensagem *